Como Pagar R$ 100 Mil A Menos No Financiamento Do Imóvel

Você pode economizar muitos milhares de reais se juntar um valor de entrada maior para financiar seu imóvel. Antes de embarcar em um financiamento deste tipo, é preciso estar ciente do alto custo dos juros na sua vida.

Ao financiar um imóvel popular de 200 mil reais em 25 anos, por exemplo, a diferença entre dar uma entrada de 10% ou de 50% custa 148 mil reais. A mesma comparação aplicada a um imóvel de 750 mil reais gera uma economia de 398 mil reais.

Quanto maior o valor da entrada, é claro, mais dinheiro você deixa de pagar com os juros do financiamento.

“Fazer esse esforço prévio é economizar muito dinheiro. Além de pagar menos juros, você pode conseguir taxas de financiamento mais baixas”, orienta Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil.
Os valores finais também são diferentes conforme o tipo de financiamento escolhido, pela Tabela Price, em que o valor das parcelas é sempre o mesmo, ou pelo Sistema de Amortização Constante (SAC), em que as parcelas começam altas e diminuem com o tempo.

Foi considerada a taxa de juros média praticada pelo mercado nos financiamentos imobiliários, de 11,1% ao ano, segundo o Banco Central. A simulação não considera a taxa de administração do banco e a atualização monetária das parcelas.

Imóvel de R$ 200.000,00

Financiamento pela Tabela Price

ENTRADA VALOR FINANCIADO VALOR DA PARCELA TOTAL PAGO (ENTRADA + FINANCIAMENTO)
10% (R$ 20.000,00) R$ 180.000,00 R$ 1.709,00 R$ 532.651,00
30% (R$ 60.000,00) R$ 140.000,00 R$ 1.329,00 R$ 458.729,00
50% (R$ 100.000,00) R$ 100.000,00 R$ 949,00 R$ 384.806,00
Financiamento pelo SAC

VALOR FINANCIADO VALOR DA PARCELA INICIAL VALOR DA PARCELA FINAL TOTAL PAGO NO FINANCIAMENTO (COM JUROS E ENTRADA)
R$ 180.000,00 R$ 2.186,00 R$ 605,00 R$ 438.671,00
R$ 140.000,00 R$ 1.700,00 R$ 471,00 R$ 385.633,00
R$ 100.000,00 R$ 1.214,00 R$ 336,00 R$ 332.595,00
Imóvel de R$ 750.000,00*

Financiamento pela Tabela Price

ENTRADA VALOR FINANCIADO VALOR DA PARCELA TOTAL PAGO NO FINANCIAMENTO (COM JUROS E ENTRADA)
10% (R$ 75.000,00) R$ 675.000,00 R$ 6.408,00 R$ 1.997.442,00
30% (R$ 225.000,00) R$ 525.000,00 R$ 4.984,00 R$ 1.720.232,00
50% (R$ 375.000,00) R$ 375.000,00 R$ 3.560,00 R$ 1.443.023,00
Financiamento pelo SAC

ENTRADA VALOR FINANCIADO VALOR INICIAL DA PARCELA VALOR FINAL DA PARCELA TOTAL PAGO NO FINANCIAMENTO (COM JUROS E ENTRADA)
10% (R$ 75.000,00) R$ 675.000,00 R$ 8.197,00 R$ 2.270,00 R$ 1.645.016,00
30% (R$ 225.000,00) R$ 525.000,00 R$ 6.375,00 R$ 1.765,00 R$ 1.446.123,00
50% (R$ 375.000,00) R$ 375.000,00 R$ 4.554,00 R$ 1.261,00 R$ 1.247.231,00
*Teto de imóveis financiados pelo FGTS em Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal.

Fonte: Marcela Kawauti, economista-chefe do SPC Brasil
Fonte: Mercado imobiliário

Deixe uma resposta